Hello, it seems you have JavaScript turned off or you are using and old browser. Hikari WebSite uses JavaScript to implement some of its features, but JavaScript is not required to browse it.

If you are willingly disabling JavaScript, I assure I'll do my best to not force you to enable it, building unobstutive and responsible JS code that do not block your Usability in this site.

   

Collapse comments 5 comments to “O jornalista e as vegetarianas” | Comments RSS | Top

  1. 1
    flag Windows XP Mozilla Firefox 3.0.6
     
    gravatar Comment by Eliane C. Lima (http://www NULL.cadastroveg NULL.org):
    Saturday, 11 Apr 2009, at 12:13:25 PM, 10 years, 8 months ago | # |

    marketingOlá,
    Eu sou a autora do texto e é preciso fazer algumas observações que vão esclarecer bastante os comentários. Na realidade este texto nada mais é do que uma resposta para um jornalista ( ver o outro que não é piada) que de fato fazia ( parou, eu espero) piadas contra mulheres e em especial vegetarianas e também homosexuais, o que explica o final e que EM ABSOLUTO É A MINHA POSIÇÃO , mas para ele seria o fim do mundo !
    Como eu poderia ser processada se escrevesse o nome dele, mas dá para descobrir ( art. 17 do código civil) se investigarem, eu optei por fazer este conto que é uma resposta a todas as ofensas que o personagem, que não é fictício, ( e pelo outro texto a ele associado dá para ver que não é o único)tem nos “dedicado” .
    Sim, nós queríamos um espaço de resposta que nem o jornal, nem o jornalista nunca nos deram. Conseguimos num primeiro momento graças a uma manifestação in loco silenciar as piadas, crônicas , agressivas e ” de mau gosto” que ele fazia especialmente contra a gente, mas passado um período ele voltou à carga com muito mais preconceito, ao fazer piadas de minorias, dizendo-se não preconceito contra mulheres, homossexuais, etc.
    Eu preferi usar a via do humor para dizer o que pensava e que tem se tornada a pura realidade, que é o fato do mundo estar se tornando vegetariano. Acho que a via do humor é mais leve do que uma via formal. Pelo menos funcionou na manifestação que fizemos contra ele que acabou rindo também .
    Eu pensei se manteria a última frase , por imaginar que alguém poderia me interpretar de forma preconceituosa ( sempre que se interpreta os sentidos que uma pessoa quer dar às suas palavras colocando em suas palavras sentidos que não são seus, principalmente quando não se conhece a pessoa, o risco disto acontecer é maior).
    Isto é o que se chama “interpretação selvagem”, porque coloca sentidos alheios ao do texto que não lhe cabem e é também perverso na fina interpretação da psicanálise francesa.
    Recomendo o outro texto que é mais sério e também um pouco agressivo ( talvez coisa do meu nicho cultural), mas principalmente recomendo aquele que se relaciona às críticas feitas neste blog que também foi uma resposta, bem mais geral às agressões que muitas vezes sofremos ( muitas na realidade ) que é o ” Seus netos serão vegetarianos”. Aparece na lista dos meus blogs, caso eu não consiga colocar aqui. http://netosvegetarianos.blogspot.com/ (http://netosvegetarianos NULL.blogspot NULL.com/)
    De mais agradeço muito as palavras e o destaque apesar da interpretação final. Aliás, este texto eu li primeiro para um homosexual e não ia deixar a última frase e foi ele que insistiu ( aliás, está também poderia ser a minha orientação sexual.
    E recomendo uma olhada no cadastro dos vegetarianos que é a prova do que tudo que se disse.
    Seja bem-vindo para comentários. E parabéns pelo blog.
    Elianemarketing

    Collapse nested comments
    1. 2
      flag Windows XP Mozilla Firefox 3.0.8
       
      gravatar Comment by Hikari:
      Sunday, 12 Apr 2009, at 1:48:59 AM, 10 years, 8 months ago | # | replying Eliane C. Lima |

       Olá Elaine, obrigado pela visita e pelo comment :)

      Então o conto era direcionado a uma pessoa específica, com defeitos reais, e naum uma caricatura… Isso ameniza um pouco, vou acrescentar essa informação no final do meu post.

      Mais apesar disso o texto ainda é tendencioso, talvez se existisse um comedor de carne gente boa, pra mostrar q naum tá sendo feito generalização… Acaba q o veganismo é sim relacionado a várias qualidades e colocado como causador de vários avanços. Isso lembra meu post Pq os vogons apelam e mentem tanto?, qd eu li um texto q colocava palavras como ‘doentio’ e ‘podre’ junto com carne, e ‘suculento’ ligado a algum vegetal.

      No final acredito q vc passou pela mesma situação q eu, só q do lado oposto, e quis combater os q te ofenderam. Mas ao contrário do q vc parece demonstrar, nós naum generalizamos e sabemos q alguns vegs são pessoas normais e pessoas legais, ao contrário dos vogons q kerem literalmente dominar o mundo e criar uma sociedade dependente de suplementos alimentares.

      Tenha sempre em mente q todo alfacista passou a combater o vogonismo depois de sofrer repetidas vezes nas mãos dum vogon. Isso naum aconteceu só por hobby ou pq ele se sente ameaçado velo vegetarianismo sem nenhum motivo.

      Reafirmo q por mais q esse jornalista seja preconceituoso, ele convive com as diferenças, ele nunca matou nem agrediu ninguém. O oposto naum pode ser dito, visto as ongs vogons terroristas. Qd um vogon tem oportunidade, ele massacra pessoas q nunca fizeram nada contra ele, q inclusive o via como amigo apesar de todos os abusos q ele já cometeu, e por isso eu recomendo sim q tenhamos 1 pé atrás em relação a qqr veg até q seja provado q ele naum é vogon e nunca confiemos em nenhum vogon sob risco de sermos traídos.

      Pra vc ver como minhas críticas tem fundamento e como eu naum generalizo (de novo, ao contrário dos vogons), recomendo a leitura dos textos O pq de eu naum gostar dos vegetarianos e É preciso saber diferenciar. Note q o 1º texto apesar de ficar sempre no topo dos posts e ter destaque, só recebeu comment de 1 pessoa e naum tem tantos views como os outros posts sobre o assunto…feedback

      Collapse nested comments
  2. 3
    flag Windows XP Mozilla Firefox 3.0.6
     
    gravatar Comment by Eliane C. Lima (http://www NULL.cadastroveg NULL.org):
    Sunday, 12 Apr 2009, at 7:46:00 AM, 10 years, 8 months ago | # |

    Para aqueles “normais” ( não-veg), mais autocentrados que pensam que tudo gira a sua volta e que nossas ações são contra eles e que nossa motivação baseia-se em algo que queremos fazer para ou contra eles e não conseguirem entender algumas coisas que fazemos ou dizemos cabem umas palavras que se encontram em “resposta de ativista” de onde eu copio alguns trechos abaixo.
    (…)Não queremos agredir, mas temos uma causa. Estamos aprendendo a construir um mundo diferente daquele que temos vivido onde os animais são vistos como objetos de consumo humano. Também estamos aprendendo a criar espaços num mundo que ainda não nos reconhece e não somos uma unidade entre nós, porque ainda não temos um espaço neste universo cultural que compartilhamos e porque somos todos singulares. Mas dentro de nossa pluralidade há um consenso: animais foram feitos para serem livres e não para serem explorados e sacrificados pelos humanos. Como os animais não podem se defender da escravidão e exploração, muitas vezes cruel a que têm sido submetidos, nos unimos neste ideal pelos animais e não contra aqueles que agem e pensam diferente de nós. Apenas queríamos que a humanidade assumisse sua responsabilidade para com estes seres mais vulneráveis e para com a natureza degradada e modificasse sua postura de dominação.

    (…) nosso alvo é acabar com o sofrimento de seres inocentes e indefesos e não criar novas disputas ou celeumas. Fazemos parte deste mundo “não-vegetariano” e sabemos como é a ótica antropocêntrica (especista) na qual o mundo ocidental está calcado. Agora pedimos que vejam a nossa ótica e entendam porque agimos assim. Se não estivesse em jogo a vida de animais inocentes agiríamos diferente.Não nos importamos com os hábitos dos outros, mas gostaríamos de acabar com o sofrimento dos animais, que são mais indefesos do que nós, por isto nossas ações. Elas não estão relacionadas diretamente ao que as pessoas fazem ou deixam de fazer, mas ao que acontece a animais que são injustamente explorados e maltratados.

    (…)Saibam que nossa intenção não é agredir e sim ganhar um espaço e defender um ideal de respeito e dignidade inclusiva aos animais. Tampouco queremos impor uma forma de vida ou visão de mundo. Entendam que nossas ações são por causa dos animais e não por causa do que outras pessoas fazem ou pensam ou deixam de fazer, mas isto nos leva a um confronto inevitável. Este é o começo de um novo caminho, desconhecido ainda por todos, que é a construção de uma nova forma de viver na natureza e de uma nova forma de conceber a relação do homem com os demais animais e a natureza. Isto pode gerar um conflito entre os que pensam diferente, mas o ideal de libertar os animais do sofrimento nos leva a prosseguir. Estamos neste conflito sendo agentes de uma grande mudança. Nosso único objetivo é a libertação dos animais da crueldade e da exploração humana.(…)

    Collapse nested comments
    1. 4
      flag Windows XP Mozilla Firefox 3.0.8
       
      gravatar Comment by Hikari:
      Monday, 13 Apr 2009, at 2:23:03 AM, 10 years, 8 months ago | # | replying Eliane C. Lima |

      informationLegal, confesso q só li o início do seu texto Resposta de Ativista (http://respostadeativista NULL.blogspot NULL.com/)… ando apertado e com muita coisa atrasada, os sites tem me tirado muito tempo :)

      Alguns comentários…

      Para aqueles “normais” ( não-veg), mais autocentrados que pensam que tudo gira a sua volta e que nossas ações são contra eles

      Não queremos agredir, mas temos uma causa.

      Eu já fui agredido (verbalmente) e já vi várias pessoas serem tb. E nessa frase vc deixa claro q a Causa Maior é mais importante do q o respeito às pessoas, ficando acima de certos limites… Isso sem falar de ONGs terroristas como o PETA.

      E é comum ver vogons falando de forma séria q desejam a morte de pessoas q comem carne, ficando alegres qd alguém q come carne morre, etc etc

      Também estamos aprendendo a criar espaços num mundo que ainda não nos reconhece e não somos uma unidade entre nós, porque ainda não temos um espaço neste universo cultural que compartilhamos e porque somos todos singulares.

      E pq o mundo tem q reconhecer vcs? Basta escolher oq querem comer, encontrar algum lugar q venda tais produtos e comer. Simples assim, qqr coisa além disso é frescura. Até parece o personagem do filme O Homem Bicentenário, q em vez de viver a vida dele do jeito q considerasse melhor ficou perdendo tempo (quase 200 anos…) tentando ser reconhecido pelas pessoas, até q acabou se suicidando só pra ganhar esse reconhecimento.

      Vcs realmente naum são uma unidade, eu já vi (e ri :D) muitos vegs brigando, principalmente questionando o veganismo um do outro. Alguns chamam isso de “rachadura” até…

      E se querem espaço pra se comunicar, use a net, é o melhor espaço q existe. Oq mais querer além disso? programas na TV? artistas fazendo vogongelizações, como Paul is Dead q foi atormentar o Dalai Lama pra ele parar de comer carne? :)

      Ou será q com criar espaços no mundo vc quer dizer por exemplo a Pivetta, vegetariana q foi presa por fazer pixações num museu e depois reclamou de ter q comer carne na cadeia pq o arroz com fejão naum era do agrado do paladar refinado dela? :D

      Mas dentro de nossa pluralidade há um consenso: animais foram feitos para serem livres e não para serem explorados e sacrificados pelos humanos.

      Animais são “explorados e sacrificados” na Natureza, desde milhões de anos antes da nossa espécie começar a comer carne crua, q foi oq permitiu q seu cérebro se desenvolvesse e só assim, mais tarde, aprendesse a dominar o fogo pra poder inclusive assar a carne e naum precisar mais comer ela crua.

      Oq mudou foi simplesmente q, com a civilização, deixamos de caçar nossa comida e passamos a criar ela.

      Como os animais não podem se defender da escravidão e exploração, muitas vezes cruel a que têm sido submetidos, nos unimos neste ideal pelos animais e não contra aqueles que agem e pensam diferente de nós.

      Na natureza tb naum é possível evitar predadores q os caçam, podem até tentar fugir mas alguma hora vão ser comidos, ou vão morrer de qqr outra forma.

      Vc falou certo, algumas vezes a criação é abusiva e cruel, naum sempre. A solução pra isso naum é parar de comer carne, é naum comprar carne de criadores q usam tais práticas. Isso é uma questão delicada, pq é inegável q esses abusos aumentam a produtividade… é preciso escolher entre alimento mais barato e farto e mais gente consegue comer ou alimento mais caro e raro q só ricos tem acesso. Os ricos podem escolher pagar mais caro e ser mais seletivos, os pobres só podem escolher entre comprar oq tiver disponível ou passar fome. A solução pra isso, como eu disse várias vezes, é a redução populacional e da desigualdade social.

      E vc quer dizer então q os vegans naum odeiam pessoas q comem carne, só existe um conflito de interesses? Sei naum hein, pq eles demonstram abertamente o ódio q sentem, como se a gente fosse uma ameaça ou se tivéssemos feito alguma coisa pra eles…participate

      Collapse nested comments
    2. 5
      flag Windows XP Mozilla Firefox 3.0.8
       
      gravatar Comment by Hikari:
      Monday, 13 Apr 2009, at 3:00:42 AM, 10 years, 8 months ago | # | replying Eliane C. Lima |

      Não nos importamos com os hábitos dos outros, mas gostaríamos de acabar com o sofrimento dos animais, que são mais indefesos do que nós, por isto nossas ações.

      Eu sei q vc é só 1 pessoa, e naum uma porta voz de ninguém (apesar de ter escrito o texto na 1ª pessoa do plural…), mas aí vc quer dizer então q vcs se incomodam com a gente, nos vêem realmente e seriamente como serial killer assassinos? Isso tb dá a entender oq eu já critiquei várias vezes, q vcs consideram os outros animais superiores aos humanos, e vcs comos enviados divinos com o direito de nos agredir em nome duma Causa Maior…

      E aki tb cabe um clichê nosso, “se a vaca pudesse ela comeria vc e a todos q vc ama!” xD

      Saibam que nossa intenção não é agredir e sim ganhar um espaço e defender um ideal de respeito e dignidade inclusiva aos animais.

      Então reconhece q os vogons só kerem aparecer, qd dão piti em público ou começam com seus sermões?……

      E q usam a gente, nos agredindo, como trampolim pra aparecerem? kewl…

      Entendam que nossas ações são por causa dos animais e não por causa do que outras pessoas fazem ou pensam ou deixam de fazer, mas isto nos leva a um confronto inevitável.

      Tá, isso eu entendi, conflito de interesses.

      Agora oq eu naum consigo entender é pq vcs são tão extremistas qd o assunto é a gente comer, naum aceitando q nem mesmo 1 animal morra e nenhuma tecnica em q os animais sejam bem tratados e naum sintam dor na hora do abate, como a free range. Mas, na hora de VCs comerem, vcs naum se importam nem um pouco com a agricultura mecanizada, q mata uma quantidade infinitamente maior de animais, coincidentemente q são seus concorrentes pela comida, fora os q naum são concorrentes mas q estão no meio da plantação por qqr motivo, além dos mortos e da poluição pelos agrotóxicos…

      Isto pode gerar um conflito entre os que pensam diferente, mas o ideal de libertar os animais do sofrimento nos leva a prosseguir.

      Ou seja, vcs gostariam de evitar nos agredir e nos ofender, mas vale tudo em nome da Causa Maior. Converta-se agora ou seja massacrado!feedback

      Collapse nested comments
Leave a Comment

Comment Title / Subject


Experimental:

I've started testing a new comment editor to make commenting easier. It requires JavaScript enabled to work. If you have any problem with it, just click the Source button and it will be shut off.

Comecei a testar um editor novo nos comments. Ele precisa de JavaScript pra funcionar. Se vc tiver algum problema ao usar ele, é só clickar no Source e ele vai ser desativado.

 

XHTML: You can use the following tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <strong> <em> <blockquote cite=""> <q cite=""> <cite> <code lang=""> <pre lang="" class=""> <tt> <del datetime=""> <strike> <ol> <ul> <li> <p style="" class=""> <span style="" class=""> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <sub> <sup> <i> <u>

 
 
 
homepage